Está aqui: Saúde, beleza, estilo de vida  »  Aflições  »  Os problemas do sono - como lidar com eles?

Os problemas do sono - como lidar com eles?

Publicado em categoria Aflições       
Os problemas do sono - como lidar com eles?

O bom sono é um pré-requisito para o bom funcionamento de cada dia. Enquanto isso, os distúrbios do sono podem ocorrer de repente pelas várias razões e tornar-se um problema pungente. Como agir nessas situações?

Os tipos de distúrbios do sono

Problemas de sono não são significam apenas insônia. Uma pessoa pode sofrer de vários tipos de distúrbios de sono. Estes incluem: narcolepsia, apneia do sono, paralisia de sono, hipersónia, ou sonambulismo. A insónia é a doença mais comum que reduz significativamente a qualidade de vida, mesmo quando demore um tempo relativamente curto. Torna-se grave para a saúde física e mental principalmente se for insônia de longo prazo. Trata-se da situação em que os problemas em dormir duram mais de um mês.

Nós próprios podemos tentar melhorar o conforto do sono. No entanto, a insônia crônica exige a consulta médica. Muito frequentemente, na verdade, é um dos sintomas somáticos. Pode ser forma, em que o corpo humano responde a distúrbios hormonais, hipertiroidismo, hipertensão, dor reumática, doença respiratória, insuficiência cardíaca, etc. As insónias também podem ter bases mentais associadas com a depressão ou ansiedade neuroses. Em nenhum desses casos não vai ajudar arejar o quarto ou a colocação de sacos de lavanda. Estes tipos de métodos podem ser eficazes quando se lida com a insônia de curto prazo, o estresse causado com novas situações (mudança de emprego ou de casa) ou de uma doença de alguns dias. Os distúrbios mais graves devem ser tratados de forma farmacológica ou psicoterapia. Claro que podemos escolher um meio natural de melhorar a qualidade do sono, por exemplo a melatonina ou ervas sedativas. Estes, no entanto, não eliminam o problema, mas apenas ajudam a regular os padrões de sono.

A opinião médica baseia-se nos sentimentos do paciente. Outros exames servem para encontrar a causa de distúrbios do sono e selecionar o método adequado de tratamento. Serão acompanhados com ferramentas comportamentais-cognitivas, tais como manter um diário de sono, regular o ritmo de trabalho, mudanças na dieta e hábitos associados com o sono (não fazer sestas durante o dia, ir dormir e levantar-se no mesmo horário), limitar o contato com a eletrônica, melhorar as condições no quarto de dormir, redução ou a rutura completa das dependências (especialmente cigarro e álcool) etc.

Dormir e estilo de vida - a mudança de hábitos que influencia a qualidade do sono

Até mesmo quando estamos cem por cento saudáveis, podemos notar quando estamos com o sono mal. À noite não conseguimos dormir bem, e pela manhã não podemos encontrar em si a energia para agir, porque não nós sentimos descansados. Nosso sono está superficial, o que torna muito fácil de acordar no meio da noite. Pode ser surpreendente, mas falta de sono é muitas vezes a razão para a fadiga insuficiente do corpo. Estamos aqui a falar da fadiga apenas física. Utilização da energia durante o dia de atividade física implica uma forte necessidade de uma profunda regeneração do corpo. Se está cansado de trabalho apenas intelectual, e nas últimas várias horas não fazíamos nenhum movimento ou esforço físico, sono profundo não virá. É por isso que é o desporto regular é tão importante. Quanto mais o seu corpo vai se sentir cansado, desgasto de energia, mais vai procurar bom sono para recuperar o equilíbrio. Horas gastas atrás de uma mesa e quilômetros feitos de carro ou no autocarro, não façam com que o seu corpo depois de um longo dia entrará num sono bom e saudável.

Mudar alguns outros hábitos vai ajudar recuperar o sono de qualidade. Os hábitos positivos a este respeito incluem: não comer muito antes de ir dormir, relaxar com um livro na cama em vez de ver equipamento elétrico, ventilar o quarto de forma regular, limitar o consumo de álcool, mudança de dieta para mais leve, deixar de fumar cigarros. O nosso sono também pode melhorar graças ao colchão ajustado as nossas necessidades.