Está aqui: Saúde, beleza, estilo de vida  »  Dicas  »  Combater o mau hálito

Combater o mau hálito

Publicado em categoria Dicas       
Combater o mau hálito

Uma boa higiene oral será sempre o primeiro passo para manter afastado o mau hálito. Cáries e doenças gengivais são muitas vezes um dos principais motivos que podem causar o mau odor.

O mau hálito ao acordar

é bastante comum e verifica-se na maioria das pessoas sem que seja um motivo de preocupação. Caso seja frequente durante todo o dia, poderá estar relacionado com problemas saúde e não deve ser ignorado. Para uma boa saúde oral diária, deverá escovar os dentes duas vezes ao dia e usar o fio dentário pelo menos uma vez. A utilização do fio dentário é extremamente importante pois ajuda a remover as bactérias e a placa bacteriana nos espaços interdentais e infra gengivais, zonas de difícil acesso apenas com a escovagem. E se pensa que os dentes e as gengivas são os únicos que requerem estes cuidados rigorosos de higiene… desengane-se! A sua língua também necessita da mesma atenção e cuidados!

Na língua também existem

inúmeras quantidade de bactérias que provocam o mau hálito e precisam ser eliminadas. Para tal pode utilizar a escova dentária com movimentos suaves em toda a superfície da mesma, ou então um raspador próprio para o efeito garantindo uma limpeza mais eficaz. Caso opte pela primeira opção, certifique-se que os filamentos da sua escova dentária são suficientemente macios de modo a não ferirem a língua. Também não deve descuidar as visitas ao dentista, mesmo que não exista um motivo para lá ir. Os dentistas não servem apenas para socorrer quando algo está mal ou se sente dor. Nunca se esqueça, são os check-ups de rotina que ajudam a prevenir males maiores! O consumo excessivo de açúcar pode provocar o mau hálito, devendo por isso evitá-lo. As bactérias que existem na boca fermentam o açúcar, potenciando o mau odor. Tenha em atenção que quando come pastilhas ou rebuçados, que lhe dão uma sensação de hálito fresco, está na realidade apenas a camuflar o problema e a contribuir para que este se torne mais intenso.

A desidratação é outro

factor que contribui para a halitose. As enzimas da saliva actuam como uma protecção contra as bactérias e a falta da mesma poderá ser consequência de uma má hidratação. A ausência ou pouca quantidade de saliva reflecte-se num maior número de bactérias na cavidade oral, causando mau odor. Procure beber bastante água durante o dia, pois ao manter-se hidratado estará também a estimular a secreção de saliva.

Fonte