Está aqui: Saúde, beleza, estilo de vida  »  Dicas  »  SIDA invencível

SIDA invencível

Publicado em categoria Dicas       
SIDA invencível

SIDA é uma das doenças para as quais a medicina moderna é impotente. Os dados estatísticos mostram que a cada dia estão infetadas com o HIV 6000 pessoas em todo o mundo.

AIDS (SIDA), ou seja síndrome da imunodeficiência adquirida (eng. Acquired Immune Deficiency Syndrome), é sempre uma consequência da infeção pelo HIV. No entanto, nem todos os portadores do vírus têm AIDS. O fato de infeção pode passar desapercebido durante muitos anos, se algum dos sintomas não aparecem.

Sintomas

SIDA desregula o sistema imunitário humano e, portanto, conduz a uma muito mais elevada do que a média suscetibilidade do organismo a doenças infeciosas, viral, bacteriana, fúngica e cancro. Tem como sintoma a pneumonia constantemente recorrente, distúrbios neurológicos, perda de mais de 10 por cento em peso, fraqueza grave, diarreia crónica, febre crónica, e até perturbações mentais.

Como acontece a infeção com HIV?

A infeção com HIV acontece em situações seguintes:

* durante relações sexuais,

* durante transfusões de sangue,

* no feto, quando a mãe é portadora de vírus,

* ao usar agulhas infetadas.

Para proteger-se contra a infeção, é necessário usar preservativos de alta qualidade, passar por transfusões de cirurgia somente quando doador de sangue é testado para HIV, e evitar a injeção nas veias de qualquer substância a não ser nas unidades médicas confiáveis.

Sexo (não)seguro

Nem todos os tipos de sexo no mesmo degrau representam um risco de infeção pelo HIV. O mais arriscado é o sexo anal (para ambos os lados). A proporção de vaginal é mais arriscado para as mulheres que para os homens. Também o sexo oral, até recentemente, considerado relativamente seguro, hoje em dia à luz da investigação científica foi comprovado a ser confrontado com um risco bastante elevado, especialmente para as pessoas cuja boca tinha contacto com o sémen ou sangue masculina que contem o vírus.

Vale a pena lembrar que, em Portugal todo existem de diagnóstico, em que de forma anônima e gratuita pode se testar a presença do HIV no organismo.